Aec – Tea presta  homenagem   as  mulheres  com  a  realização  do Sarau na  praça Oliveira  no  Dia Internacional da Mulher


Aec – Tea presta homenagem as mulheres com a realização do Sarau na praça Oliveira no Dia Internacional da Mulher

Foi realizado na noite de sexta-feira, 09 de Março, Dia Internacional da Mulher, na Praça Oliveira, em frente ao templo da Igreja Católica, mais uma edição do Sarau. Normalmente, um sarau é composto por um grupo de pessoas que se reúnem com o propósito de fazer atividades lúdicas e recreativas, como dançar, ouvir músicas, recitar poesias, conversar, ler livros, e demais atividades culturais.

Além de palestras falando sobre a mulher, com foco na violência, direitos e necessidades, o encontro apresentado por Kilvia Gadelha, contou ainda com dança, música, na voz de Lindiciane Rios, versos e um público bem eclético dando u, tom a mais a realização, que celebrou o Dia Internacional da Mulher em Capim Grosso, de forma bem descontraída, leve, diferente, mas focando no valor da mulher brasileira e suas qualidades.

Sobre o Dia Internacional da Mulher, Dra. Rebeca Leal, em conversa com o REPORTERBAHIA falou de dados registrados na imprensa nacional, como o crescimento do feminicídio, que cresceu em 2018, no Brasil, com registros chegando a 1.173 casos, número maior que o registrado em 2017. O mesmo Brasil que registrou 4.254 homicídios dolosos em 2018, uma redução de 6,7% em relação ao ano anterior. Para a advogada que faz parte da Comissão dos Direitos Humanos da OAB/Subsecção Jacobina e da Comissão de Proteção as Mulheres, um dos grandes problemas está na Justiça e não lei. “As nossas leis, tendo como referência a lei Maria da Penha, está entre mais solidas do mundo, mas a nossa Justiça, por todos os problemas que ela enfrenta tem dificultado avançarmos”, disse a advogada colocando que na sua família aconteceu um fato que até Leia mais em:

Todos os créditos desta matéria são de:: www.capimgrosso.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.